Maneiras de reduzir os gastos com combustível da sua frota

Combustível é uma das principais despesas de uma frota. É um consumo fixo e que se agrava ainda mais com a alta no preço dos mesmos.

Mas, e se mesmo com esses problemas houvesse a possibilidade de reduzir consideravelmente os custos com combustível de uma frota? Confira abaixo algumas maneias de economizar:

  1. Verifique se o veículo está consumindo a quantidade certa de combustível.

Esse erro é algo que pode passar despercebido, pois não há uma maneira específica de identificar, existem diversos fatores que levam o veículo a consumir mais combustível do que o normal, como por exemplo rodas desalinhadas.

Quando as rodas estão desalinhadas os rolamentos dos pneus ficam mais resistentes, fazendo o carro desempenhar mais força, e por consequência gasta m mais combustível. O indicado é alinhar a cada 10 mil quilômetros.

Outro agravante pode ser os pneus mal calibrados. O motorista deve estar atento a pressão recomendada, os pneus têm papel determinante em qualquer questão de consumo de combustível.

  1. Controle o excesso de velocidade

A forma como o veículo é conduzido é outro fator que pode contribuir para o aumento dos gastos, um motorista que produz muitos arrancos, freadas e curvas bruscas exige mais do carro e fazendo com que ele se esforce mais e use mais combustível. O motorista que dirige com mais cautela, acelerando e freando de forma gradativa tende a consumir menos combustível.

  1. Veículo parado com o motor ligado

Deixar o motor parado, é uma ação que impacta diretamente no consumo de combustível em excesso. Muitas pessoas acham que estão economizando quando deixam o motor ocioso, pois a rotação está reduzida, mas isso é um mito e não gera nenhuma economia. Para se ter noção, um caminhão com motor ocioso consome 2 litros de diesel por hora, acumulando isso por alguns dias o consumo é maior ainda.

Para corrigir esse erro é primordial saber detalhadamente como os veículos estão sendo conduzidos, analisando o tempo que eles ficam parados com motor ligado, e a partir daí analisar se há necessidade ou é um erro que está gerando prejuízos.

  1. Reduza o excesso de peso

Transitar com o veículo que está acima do peso faz com que o motor use mais força para colocar o veículo em movimento, consequentemente gaste mais combustível.

  1. Trace rotas melhores para os veículos

Para ter um desempenho melhor durante as viagens, é imprescindível roteirizar os trajetos, encontrando as melhores opções e caminhos a serem percorridos.  Com isso, é poupado combustível com possíveis erros de percursos, caminhos mais longos, além de economizar tempo, otimizando a operação, deixando os processos mais rápidos e eficazes. Outra ação importante é garantir que os carros serão usados para aquilo que foi planejado.

Como corrigir todos esses erros?

Existem diversas ferramentas de gerenciamento em gestão de frotas que auxiliam os gestores de frotas a otimizarem o serviço prestado. A telemetria é sem dúvidas a mais completas delas.

Por meio da coleta de dados via rede CAN (Controller Area Network) é possível analisar as informações que dizem respeito ao abastecimento e trabalhá-las para otimização do processo e na tomada de ações preventivas.

É possível também prever manutenções, fazendo com que a vida útil do veículo seja mais longa e tenha mais qualidade.

Com a coleta de dados o gestor tem mais comando sobre a frota, analisando não só o gasto com combustível, mas o desempenho dos motoristas, que está diretamente ligado ao consumo.

Reduzir os gastos com combustível não é uma tarefa fácil, mas com a telemetria é possível. Problemas como os citados acima são parâmetros possíveis de analisar, como controle de velocidade, motor ocioso, melhores rotas e vários outros.

Para uma frota mais inteligente e um serviço otimizado, a telemetria da Rotagyn é a melhor escolha.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *