Telemetria e caminhão-betoneira: como a gestão pode melhorar sua operação?

Por Ana Clara Praxedes

O concreto é o principal material utilizado nas construções brasileiras e no mundo, ele está presente em 90% das construções, desenvolvendo papel primordial nas obras. Quem trabalha no ramo, como no caso dos caminhões betoneiras, e que distribuem o material, têm conhecimento da importância da pontualidade quando se trata de atendimento ao cliente. 

Muitos imprevistos acontecem e atrapalham a operação. Em alguns momentos a empresa fornecedora até se prepara, porém alguma eventualidade acontece e atrapalha as entregas e o desenvolvimento do trabalho.

É aí que entra a telemetria. Você pode pensar que essa tecnologia se restringe apenas a carros de passeio e caminhões convencionais, mas isso é um mito. A telemetria é capaz de controlar as operações de diversos equipamentos, inclusive de betoneiras. 

Com a telemetria é possível solucionar problemas de logística, como o tempo da operação, para evitar atrasos e o endurecimento do concreto. Também podemos melhorar e reduzir o custo dos procedimentos, gerando mais produtividade e melhor desempenho dos motoristas. Tudo isso evita atrasos e não atrapalha o desenvolvimento da obra dos clientes.

Outro fator importante é a localização, a tecnologia envia informações em tempo real para o gestor, mostrando onde está o veículo. Com isso é possível saber se o concreto está indo para o destino certo, e evita o desvios de cargas para outras obras e destinos indesejados.  

É possível saber onde está e o que cada betoneira está fazendo,  caso o caminhão tenha saído para entrega e não tenha descarregado ainda, por exemplo. Isso gera assertividade no horário das entregas a satisfação do cliente.

Os dados enviados auxiliam o gestor a ter uma visão completa do processo durante determinado período, gerando uma série de dados, com as informações cruciais à tomada de decisão.

A tecnologia também age na redução de custos. Ao seguir a melhor rota, os caminhões otimizam a operação e reduzem o uso desnecessário de combustível, gerando menos gastos à empresa. Gera também a profissionalização dos motoristas, que ao terem conhecimento da tecnologia, se esforçam para executarem o serviço da melhor forma, evitando acidentes, multas e danos aos veículos.  

O sistema possibilita a criação de parâmetros a serem monitorados, que varia de acordo com a necessidade da frota.  Um exemplo são os quilômetros percorridos por motorista, tempo de condução e tempo parado, eventos de riscos (aceleração e frenagem brusca, condução perigosa), excessos de velocidade 

Em suma, a telemetria aumenta a produtividade a partir da melhor gestão da entrega, diminui custos desnecessários e é capaz de indicar todo o processo de serviço ao cliente: quantidade de concreto, horário que ele pediu a entrega e trajeto. Tudo isso agrega à operação, melhora o atendimento ao público e aumenta a credibilidade da empresa. 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.