Qual a rota para o futuro?

O uso de novas tecnologias nas empresas tem revolucionado a forma como encaramos os desafios e rotinas do trabalho. Hoje em dia encontramos uma gama de possibilidades e programas desenvolvidos para cada situação específica, onde, por meio da tecnologia é possível tomar decisões precisas que otimizam e impactam os resultados da empresa.

Quando relacionamos gestão de frota e novas tecnologias, o mercado nacional ainda apresenta resistência. Muitas vezes os gestores ficam presos à segurança dos métodos tradicionais e não dão abertura para as facilidades e possibilidades que as tecnologias promovem.

Para comprovar o benefício de se adequar às novas inteligências, de acordo com a revista The Economist, em seu guia anual “World in 2021”, uma das previsões para esse ano é que as empresas que não investirem pelo menos 10% dos recursos em novas tecnologias possivelmente irão desaparecer. “A empresa tradicional chegou ao fim em 2020. Resta esperar sua morte final. Uma empresa de tecnologia, fresca e nova hoje, pode substituir outra que tem feito o mesmo nos últimos 50 anos” afirmam.

Partindo desse pressuposto, e analisando a tecnologia na gestão de frotas, podemos afirmar que essa ferramenta é uma grande aliada na busca por agilidade nos processos e tomada de decisões. Além disso, mostra a crescente necessidade de ações rápidas e assertivas, e acompanhamento da frota por meio dados confiáveis.

Apesar de lenta, a tecnologia no segmento da gestão de frotas no Brasil apresentou um crescimento, entretanto, no contexto mundial nossa evolução é irrisória. De acordo com o Startisa, portal de estatísticas alemão, nos Estados Unidos, 40 % dos mais de 140 milhões de veículos comerciais utilizam sistemas de conectividade, ou seja, a telemetria embutida para monitoramento e coleta de dados. Enquanto no Brasil de 7 milhões de veículos de transporte e carga, somente 8% contam com sistemas inteligentes de gestão de frotas.

Visto isso, gestores e administradores de frotas devem considerar os benefícios que investir em um campo novo pode gerar. A cada dia, novidades surgem no mercado e tornam a atividade ainda mais lucrativa e ampla, sendo possível reduzir consumo de combustível e gastos com manutenção preventiva e peças. Além de proporcionar mais segurança para motoristas e cargas.

Telemetria

A telemetria se encaixa nesse padrão de novas tecnologias que chegaram para agregar às empresas e trazer mais economia e controle sobre a gestão. Mas o que esse nome significa?

Telemetria é a medição de dados do veículo, e a transmissão à distância desses dados para uma central de monitoramento que a empresa monta para acompanhar e saber como está a operação dos veículos, como está a condução dos motoristas, o consumo de combustível, etc.

Como ajuda na gestão de frotas?

  • Controle de combustível e economia

Um dos principais gastos de uma frota é o combustível, com dados do que está sendo consumido, é possível analisar quem está gastando mais, alertar os motoristas, planejar rotas mais curtas e assim reduzir custos da empresa.

  • Ranking de motoristas

A telemetria possibilita saber como o automóvel é conduzido e identificar qual o motorista, com isso pode-se criar um Ranking de Premiação. É uma estratégia para incentivar os motoristas da empresa, onde eles receberão premiações e bonificações quando dirigirem dentro das normas e alcançarem o topo do ranking.

  • Mais segurança aos motoristas

É possível ter localização em tempo real do motorista, sendo possível verificar se ele está há muito tempo parado ou se fez algum desvio de rota. Com isso existe a possibilidade de agir para evitar ou verificar algum imprevisto.

  • Prevenção de acidentes

Por meio do sistema você configura e define alguns parâmetros que vão determinar como o motorista vai guiar o automóvel, como a velocidade máxima permitida, a partir daí todas as informações irão aparecer no relatório.

  • Autonomia na gestão dos dados

Outro benefício da telemetria, é que ela funciona de forma totalmente autônoma. Com base nos dados coletados, é possível trabalhar uma gestão com base em indicadores precisos.

Essa tecnologia tem o objetivo de facilitar o trabalho, dando dinamismo e aumentando a eficiência, a segurança e a economia das operações dos veículos. As informações capturadas permitem encontrar as dificuldades da operação para resolvê-las com eficácia e tomar decisões estratégicas com rapidez e precisão. Tudo isso resulta em processos mais ágeis, em uma empresa mais competitiva e, principalmente, em economia.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *